quinta-feira, 29 fevereiro, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioEconomiaNegóciosScania projeta crescimento expressivo no mercado de caminhões off-road

Scania projeta crescimento expressivo no mercado de caminhões off-road

- Publicidade -Google search engine

A Scania, fabricante de caminhões, está otimista em relação ao mercado de caminhões fora-de-estrada (off-road) para o ano de 2024. Com 1.017 unidades já encomendadas para o primeiro semestre do próximo ano, a empresa espera um desempenho significativamente melhor do que o registrado até o momento em 2023, encerrando o ano com a marca de 1,5 mil caminhões emplacados, representando uma participação de 33% em um mercado projetado para ter cerca de 4,5 mil unidades, especialmente de caminhões pesados.

De acordo com Fabricio Vieira, gerente de vendas de soluções off-road da Scania, os primeiros seis meses de 2024 serão os melhores da história da marca no Brasil, algo incomum considerando que historicamente as vendas intensificam-se no segundo semestre. A Scania projeta uma entrega de aproximadamente 2 mil caminhões no segmento off-road, o que levará ao aumento da produção na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), previsto para começar já em janeiro.

Vieira destaca que em 2023, os empresários hesitaram em renovar suas frotas devido a incertezas políticas, mas a expectativa é que, com base nos investimentos planejados e na renovação das frotas, o ano de 2024 seja aquecido para o segmento fora de estrada. Ele também aponta que o setor de mineração será particularmente robusto, prevendo investimentos de US$ 50 bilhões até 2027, concentrados nos estados de Minas Gerais, Pará e Bahia.

A Scania encerra 2023 com 35% de participação no segmento e, para manter essa fatia em 2024, lançou o caminhão 560 G 8×4 com motor Super. No segmento canavieiro, a empresa lidera com 46,5% de participação, e no nicho florestal, espera aumentar sua participação em 20%, impulsionada pelos investimentos de R$ 60 bilhões até 2028, incluindo novas plantas para a produção de celulose. A Scania projeta um crescimento mais conservador, cerca de 5%, no setor de construção, impulsionado por projetos do PAC nos setores de transporte, energia e infraestrutura urbana.

Fonte: Estradão

- Publicidade -spot_img
NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -