sexta-feira, 1 março, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioFiscalização/SegurançaSTJ suspende mineração na Serra do Curral

STJ suspende mineração na Serra do Curral

- Publicidade -Google search engine

A Procuradoria-Geral do Município de Belo Horizonte (PGMBH) conseguiu, na noite de quinta-feira (27), suspender as atividades da mineradora Gute Sicht, que opera em área tombada da Serra do Curral denominada Mina Boa Vista.

De acordo com uma nota da prefeitura de BH, a empresa opera ilegalmente na região, sem prévio licenciamento ambiental.

A suspensão foi concedida pela ministra Maria Thereza de Assis Moura, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão reverte o entendimento do Tribunal Regional Federal da 6ª Região (TRF-6), que havia liberado as atividades da mineradora em março deste ano. 

Conforme argumentou a PGMBH, “a imprescindibilidade da interrupção da mutilação criminosa de um bem cultural tombado enseja o deferimento da suspensão da execução da medida liminar, a fim de que não sejam agravados os danos à ordem pública consubstanciada na grave e irreparável lesão aos patrimônios natural e cultural, bem como não seja perpetuada a prática delitiva”. 

Na decisão, a ministra afirmou que “é fundamental que as mineradoras adotem práticas sustentáveis e responsáveis, minimizando toda sorte de consequências e impactos decorrentes do extrativismo, de modo a compatibilizar o desenvolvimento econômico-social com a preservação da qualidade do meio ambiente, do equilíbrio ecológico e, no caso, com a proteção do patrimônio imaterial tombado”.

Mineração na Serra do Curral

Para o subprocurador-geral do Contencioso, Caio Perona, esta decisão é um marco significativo na luta de Belo Horizonte pela preservação da Serra do Curral:

“[A decisão] tem enorme importância por ser o primeiro posicionamento sobre o tema oriundo de Brasília, o que assegura maior estabilidade no entendimento do Poder Judiciário e fortalece a segurança na proteção do bem tombado”. 

Com a decisão do STJ, fica reestabelecida a cautelar criminal federal que suspendeu as atividades minerárias na Serra do Curral. Por se tratar de ordem da Justiça Federal, o cumprimento da decisão do STJ é garantido pela Polícia Federal. A Prefeitura de Belo Horizonte dará apoio ao cumprimento mediante o monitoramento intensivo da área pela Guarda Municipal.

- Publicidade -spot_img
NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -