sexta-feira, 12 abril, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioEconomiaNegóciosSigma Lithium recebe linha de crédito do BNDES para expandir Projeto de...

Sigma Lithium recebe linha de crédito do BNDES para expandir Projeto de Lítio Sustentável no Brasil

- Publicidade -

A produtora de lítio Sigma Lithium Corporation anunciou que recebeu uma Carta de Intenções para uma linha de crédito de project finance do Banco de Desenvolvimento do Brasil (BNDES).

De acordo com a empresa, a Linha de Crédito será usada para a expansão do projeto exclusivo de classe mundial Quintuple Zero Green Lithium Grota do Cirilo no Vale do Jequitinhonha no Brasil.

Segundo a Sigma Lithium, a Carta de Intenções não é vinculativa. Isso porque a consumação da Linha de Crédito do Banco de Desenvolvimento permanece sujeita à conclusão de três fatores. O primeiro é a observação das políticas operacionais do BNDES em vigor durante a análise do pedido de financiamento de projetos da Sigma Lithium. Em segundo lugar está a revisão da estrutura de financiamento proposta pela Companhia e, em terceiro, a apresentação pela Companhia de garantias satisfatórias ao BNDES.

O fechamento da Linha de Crédito do Banco de Desenvolvimento está sujeito à aprovação final de crédito pelo Comitê de Crédito do BNDES, negociação da documentação definitiva e demais condições habituais de fechamento, seguida de aprovação final de crédito para cada saque.

“O custo financeiro desse tipo de linha de crédito é normalmente baseado na taxa referencial brasileira (TR). No entanto, as condições de fechamento não incluem condições relacionadas ao mercado de lítio e elementos de preços que estejam fora do controle da Empresa”, disse a Sigma.

Conforme afirmou o BNDES na carta, o financiamento de projetos para aumentar a capacidade de produção industrial de minerais críticos é uma das prioridades da estratégia de longo prazo do BNDES para apoiar o desenvolvimento de uma base industrial forte, verde e inclusiva no Brasil.

Ana Cabral-Gardner, CEO e co-Presidente da Sigma, destacou que a empresa está honrada e satisfeita com a Carta de Intenções recebida do BNDES.

“A dívida do Banco de Desenvolvimento concedida pelo Brasil tem o potencial de melhorar significativamente nossa estrutura de capital devido à duração típica mais longa, taxas de juros significativamente mais baixas e períodos de carência. Ter o BNDES como credor representa o apoio do governo brasileiro aos planos de expansão industrial da Sigma Lithium no Vale do Jequitinhonha“, disse.

Lítio sustentável da Sigma Lithium

A executiva acrescentou que, apesar da recente deterioração nas perspectivas para a demanda de lítio no curto prazo, a empresa acredita que a estrutura de capital possibilitada por este financiamento do BNDES oferece uma oportunidade única de solidificar a liderança competitiva industrial global na produção de baixo custo e concentrado de lítio pré-químico sustentável.

“Compartilhamos com o BNDES a crença de que a liderança competitiva da Companhia poderá se tornar o vetor para atrair para o Brasil outros players industriais globais na cadeia de fornecimento de baterias, que estejam focados em produzir utilizando materiais ambientalmente e socialmente sustentáveis ​​abastecendo a próxima geração de veículos elétricos: alinhados com o ethos de seus consumidores conscientes do clima”, completou.

Por fim, Ana Cabral-Gardner pontuou que o apoio do BNDES também permitirá que a Sigma amplifique seu impacto transformacional no Vale do Jequitinhonha, uma das regiões mais pobres do país.

“A Sigma Lithium opera com uma estratégia centrada em ESG desde a sua fundação: agora produz o lítio mais sustentável do mundo, permanecendo na vanguarda das práticas ambientais, causando impacto econômico na comunidade e mantendo um Conselho diversificado com transparência e conformidade de uma empresa pública listada na Nasdaq nos EUA ”, acrescentou ela.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -