sexta-feira, 12 abril, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioESGArcelorMittal Brasil foca na gestão responsável de recursos hídricos

ArcelorMittal Brasil foca na gestão responsável de recursos hídricos

- Publicidade -

A empresa de mineração com atuação no Brasil ArcelorMittal, está desenvolvendo diversas ações para o uso racional dos recursos hídricos no processo de produção de aço. O principal objetivo, de acordo com a empresa, é a busca de captação alternativa para antecipar cenários de escassez hídrica.

A ArcelorMittal já implantou em todas as suas unidades de produção o Plano Diretor de Águas. O intuito é estabelecer estratégias para garantir a disponibilidade dos recursos hídricos, uso eficiente e busca de fontes alternativas para as operações em curto, médio e longo prazos.  

De acordo com o presidente da ArcelorMittal Brasil e CEO ArcelorMittal Aços Longos LATAM e Mineração Brasil, Jefferson De Paula, o uso racional da água integra uma das 10 Diretrizes do Desenvolvimento Sustentável da empresa, que há muitos anos já atingiu um alto índice de recirculação.

“Além de atender a todos os parâmetros estabelecidos em legislação em relação a captação e descarte, a ArcelorMittal segue as diretrizes descritas no Plano Diretor de Águas, metodologia que garante segurança às operações industriais e redução de impactos nas bacias hidrográficas decorrentes da captação de água para a produção do aço. O nosso índice de recirculação está acima de 97%”, disse.

ArcelorMittal desenvolves estudo sobre disponibilidade da água

Em parceria com a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), a mineradora está conduzido um estudo no Brasil sobre a “Previsibilidade de Disponibilidade da Água nas Bacias Hidrográficas em que a ArcelorMittal opera“. O foco do estudo é analisar cenários de adaptação necessários para o enfrentamento das mudanças climáticas. A pesquisa abrange as unidades industriais localizadas nos municípios de Barra Mansa (RJ), João Monlevade (MG), Juiz de Fora (MG), Resende (RJ) e Piracicaba (SP). 

A metodologia consiste na realização de pesquisas bibliográficas sobre ferramentas que melhor representem o risco hídrico industrial no mundo. Além disso, há estudos teóricos e práticos, de forma a caracterizar a segurança hídrica das bacias hidrográficas. O estudo também prevê uma plataforma digital que apresente a disponibilidade hídrica real e prognósticos para cenários de 10, 20 e 30 anos. De acordo com a empresa, a previsão é concluir o estudo em 2024. 

Além disso, será realizado um diagnóstico com sugestões de implementação de ações efetivas para diminuir o risco de abastecimento, novas fontes de captação e o uso da água a curto, médio e longo prazos. 

Planta de dessalinização da água do mar

A unidade industrial de Tubarão, localizada no município de Serra (ES), maior planta de aço da empresa, também é destaque na utilização racional de água. Conforme destacou a empresa, a usina conta com diversificação de fontes de suprimento, que incluem a captação do rio Santa Maria (Grande Vitória), através da concessionária local, e a nova planta de dessalinização da água do mar, inaugurada em 2021. A planta de dessalinização tem capacidade de produção de até 500m³/h de água industrial. Além disso, a unidade também prevê fazer o reuso de efluentes tratados do esgoto de Vitória (ES) – parceria com o governo capixaba e a Cesan, concessionária estadual. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -