Publicidadespot_img
InícioEconomiaNegóciosAngloGold Ashanti suspende operações em mina em MG

AngloGold Ashanti suspende operações em mina em MG

A mineradora AngloGold Ashanti decidiu interromper temporariamente as operações do complexo Córrego do Sítio (CDS) localizado em Santa Bárbara, Minas Gerais. O complexo consiste em duas minas subterrâneas, uma a céu aberto e duas plantas metalúrgicas.

A AngloGold Ashanti confirmou a paralisação e ressaltou que a operação do Córrego do Sítio tem registrado resultados operacionais negativos e custos crescentes nos últimos anos.

A mineradora não descartou a possibilidade de venda do ativo e disse que está trabalhando em planos de solução definitiva, incluindo venda, parceria, revisão ou suspensão temporária das atividades.

Recentemente, a Agência Nacional de Mineração (ANM) monitorou a mina CDS II devido a trincas em uma barragem, que foram posteriormente preenchidas e seladas. A empresa assegurou que as barragens permanecem seguras e estáveis, mas as obras de contrapilhamento da estrutura permanecem suspensas.

A suspensão das operações no Córrego do Sítio começou na segunda-feira (21) e não há previsão para o retorno das atividades.

Em nota ao Minera Brasil, a AngloGold esclareceu que mantém seu compromisso com as obrigações de qualquer natureza, sejam legais, ambientais ou regulatórias. Além disso, a empresa observou que apenas a produção da unidade está suspensa. Ou seja, as atividades de monitoramento de segurança, controle ambiental, manutenção e conservação dos ativos, bem como monitoramento patrimonial, estão mantidas.

Veja abaixo a nota na íntegra:

“A AngloGold Ashanti anunciou a suspensão temporária da produção em Córrego do Sítio (CDS), em Santa Bárbara (MG). A unidade estava operando com resultados operacionais negativos e alto custo crescente ao longo dos últimos anos. Assim, mesmo após diversos estudos de alternativas, não houve cenário viável para a continuidade da operação neste momento. O processo de suspensão iniciado nesta quarta-feira (23/08) é temporário e será reavaliado de modo sistemático ao longo dos próximos anos.

É importante ressaltar que apenas a produção da unidade está suspensa. As atividades essenciais de monitoramento de segurança, controle ambiental, manutenção e conservação dos ativos, bem como monitoramento patrimonial, estão mantidas. As estruturas geotécnicas, como barragens e pilhas, continuarão a ser gerenciadas e monitoradas normalmente, conforme a legislação. Além disso, o projeto de descaracterização da Barragem de CDS II será mantido até a sua finalização. Todas as estruturas estão seguras e estáveis.

A empresa entende que desligamentos são sempre a última alternativa, por isso, realizou análise de todas as possibilidades de reestruturação e reaproveitamento interno de profissionais. CDS manterá equipes trabalhando para as atividades que serão continuadas. Além disso, outros empregados estão sendo realocados internamente. Infelizmente, ao final deste processo, parte dos empregados tiveram seu contrato de trabalho encerrado.

Apesar da suspensão temporária da Operação Córrego do Sítio, a AngloGold Ashanti Brasil continua trabalhando firme por seus resultados em suas outras unidades no país, baseada em uma mineração responsável e sustentável. Ao todo, serão investidos mais de R$ 1 bilhão este ano e mais de 3,3 mil empregos continuam sendo gerados.”

*Notícia atualizada para corrigir informação incorreta de que a paralisação se deu em razão de acidentes.

- Publicidade -
NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -