quarta-feira, 24 abril, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioEconomiaNegóciosVale deve apresentar resultado mais fraco no 1º trimestre devido a embarques...

Vale deve apresentar resultado mais fraco no 1º trimestre devido a embarques abaixo do esperado, dizem analistas

- Publicidade -

É esperado que a Vale apresente um resultado mais fraco no primeiro trimestre em comparação com o trimestre anterior, devido aos embarques de minério de ferro abaixo do esperado.

Embora os preços realizados nas vendas de finos de minério tenham sido maiores entre janeiro e março do que nos três últimos meses de 2022, a média de três prévias de bancos mostra uma queda de 39,1% no lucro líquido em comparação com o quarto trimestre do ano passado. Além disso, mostra um recuo de 49,1% em relação aos três primeiros meses de 2022, com um lucro líquido projetado de US$ 2,27 bilhões.

De acordo com um levantamento do Valor Econômico, Itaú BBA, Bradesco BBI e BTG Pactual projetaram uma receita líquida de US$ 8,85 bilhões e um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de US$ 4 bilhões. Isso seria 19,9% menor que nos três últimos meses do ano passado e 37,2% abaixo do primeiro trimestre de 2022.

As projeções para o lucro líquido variam entre US$ 1,67 bilhão do Itaú BBA e US$ 2,62 bilhões do BTG.

Vale anuncia produção de 66,77 milhões de toneladas de minério de ferro

A Vale anunciou a produção de 66,77 milhões de toneladas de minério de ferro, bem como vendas de 45,86 milhões de toneladas de finos de minério na semana passada. Houve uma queda de 43,5% nas vendas em comparação com o quarto trimestre de 2022. Além disso, houve um recuo de 10,6% em relação aos três primeiros meses do ano passado.

Embora os preços realizados entre janeiro e março tenham sido maiores do que no quarto trimestre do ano passado, os baixos volumes e os custos mais altos por tonelada de minério podem compensar esse aumento nos preços.

Os analistas do Itaú BBA e Bradesco BBI destacam que os embarques sazonalmente mais fracos e os custos mais altos suplantaram os preços mais elevados do minério de ferro. O custo de produção da mina ao porto (C1) é projetado em US$ 23,9 por tonelada no primeiro trimestre deste ano, contra US$ 21,7 por tonelada nos últimos três meses do ano passado, devido a uma menor diluição dos custos fixos e custos maiores de “demurrage”.

Leia também: ArcelorMittal registra lucro de R$ 9,1 bilhões em 2022

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -