segunda-feira, 22 abril, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioFiscalização/SegurançaOrganização criminosa movimenta R$ 50 milhões em furtos de minério de ferro...

Organização criminosa movimenta R$ 50 milhões em furtos de minério de ferro em MG

- Publicidade -

Uma organização criminosa foi responsável por furtar e roubar pelo menos R$ 50 milhões em minério de ferro de empresas mineradoras em Minas Gerais. A Vale, uma das vítimas dos crimes, acionou a Polícia Civil para investigar o caso. O R7 teve acesso exclusivo ao andamento das investigações, conduzidas pelo Depatri (Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio).

As investigações apontaram a existência de uma associação criminosa que atua em furtos e receptação qualificada, resultando em prejuízos estimados em mais de R$ 50 milhões. Empresas de beneficiamento foram alcançadas nessa fase inicial das investigações, e novas fases estão previstas para os próximos dias, com o objetivo de fechar o cerco aos envolvidos nessas atividades criminosas.

Furto de minério de ferro

No dia 21 de junho, a polícia realizou uma operação para cumprir cinco mandados de busca e apreensão em Barão de Cocais, região Central de Minas. Essa foi a primeira fase da operação, denominada Rio de Metal. Durante a operação, os policiais sobrevoaram toda a região, mapeando as ações criminosas.

Segundo as investigações, as empresas envolvidas no esquema misturavam o material roubado com minério adquirido legalmente por meio de notas fiscais, aumentando assim o teor de ferro. Dessa forma, conseguiam obter melhores preços com a venda de um produto de maior qualidade no mercado.

O Depatri também descobriu indícios de que suspeitos utilizavam alvarás de funcionamento para desassoreamento de rios da região como forma de captação do minério. Esse minério desviado era beneficiado e revendido com nota fiscal a terceiros, enganando empresas que adquiriam o produto acreditando ser legal.

Durante o cumprimento dos mandados, os policiais apreenderam tratores, caminhões, carros, computadores, notebooks e documentos relacionados às atividades da organização criminosa. Novas fases da operação estão previstas para acontecer. Os suspeitos envolvidos podem responder por receptação, furto qualificado, associação criminosa, receptação qualificada e sonegação fiscal. A polícia continua trabalhando para desmantelar completamente essa organização criminosa responsável pelos furtos e roubos de minério de ferro.

*Com informações do R7

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -