quarta-feira, 21 fevereiro, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioTecnologiaInovaçãoLundin Mining aprova junto ao governo uso de rejeito como remineralizador de...

Lundin Mining aprova junto ao governo uso de rejeito como remineralizador de solo

A utilização do rejeito do processo de produção do concentrado de cobre e ouro apresenta melhoria na qualidade do solo com eficiência agronômica, sem causar danos ao meio ambiente, um exemplo de prática ESG

- Publicidade -Google search engine

A Lundin Mining abraçou o propósito de encontrar uma solução para o acúmulo dos rejeitos e contribuir para diminuir a dependência de fertilizantes do Brasil. A destinação dos rejeitos é um grande desafio para o segmento de mineração. O país depende da importação de cerca de 90% do potássio, 70% do nitrogênio e 50% do fósforo. São esses os principais insumos utilizados para a fertilização das lavouras.

Lundin Mining anunciou retomada experimento para utilizar remineralizador na agricultura. Os ensaios contaram com apoio técnico de uma consultoria privada de pesquisa agronômica (Mineragro) especializada no tema e que tem parceria com várias instituições de ensino e pesquisa como UnB, Embrapa, UFG, Unesp e IFMS. Como parte deste processo, foi realizado um plantio experimental de soja em cerca de 900 hectares, safra 2021/2022, com o uso do remineralizador em uma fazenda no município de Ipameri, em Goiás. Ele apresentou eficiência aproximadamente 3% superior ao produto referência de mercado.

Finalmente, veio a boa notícia: em janeiro a Lundin Mining obteve o registro do Remineralizador de Solos junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – MAPA. A empresa levou em conta os seus valores e pilares ESG, bem como o sistema de gestão de Mineração Responsável (RMMS) para investir no projeto. Obteve-se com isso a oportunidade de unir a destinação alternativa dos rejeitos e, por consequência, diminuir o volume armazenado na barragem, com o incentivo ao principal setor produtivo do estado de Goiás – o agronegócio.

Os remineralizadores são insumos estratégicos. Contribuem para aumentar a eficiência do aproveitamento dos nutrientes, melhorar o solo e até a sua atividade biológica. Essa é, também, uma forma de promover a economia circular e, ainda, uma alternativa extremamente importante para o manejo da fertilidade dos solos em sistemas orgânicos de produção. Com isso, todos ganham: o Brasil, a agricultura, o meio ambiente e as comunidades no entorno das minas. Este é um dos projetos que mostra o compromisso da Lundin Mining com a prática ESG.

A Lundin Mining, dando continuidade ao projeto, está realizando novos plantios experimentais em leguminosas e folhosas. O próximo passo será a análise de viabilidade técnica e financeira para a produção em escala comercial do produto.

Sobre a Lundin Mining

A Lundin Mining possui e opera no Brasil uma mina a céu aberto de cobre e ouro, localizada no município de Alto Horizonte, norte do estado de Goiás. A empresa emprega cerca de 2.000 pessoas no país, incluindo funcionários e contratados, sendo 13% da sua força de trabalho composta por mulheres.

A Lundin Mining é comprometida com a mineração responsável. Busca proporcionar benefícios sustentáveis às comunidades locais, operando de forma ética e socialmente responsável. Continuamente nos esforçamos para que nossas políticas e procedimentos estejam alinhados às melhores práticas internacionais de desempenho social e ambiental.

- Publicidade -spot_img
NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -