segunda-feira, 22 abril, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioEconomiaGoiás negocia investimento de 2,5 bilhões em projeto de terras raras no...

Goiás negocia investimento de 2,5 bilhões em projeto de terras raras no estado

- Publicidade -

A Aclara Resources quer investir R$ 2,5 bilhões Goiás para desenvolver em Nova Roma, município com pouco mais de 3 mil habitantes, localizado no Nordeste Goiano, projeto de terras, que tem potencial para colocar o país entre os principais produtores desses elementos essenciais para diversas tecnologias modernas em setores eletrônicos, energia renovável, saúde e defesa.

Para tratar desses investimentos representantes do governo do Estado de Goiás, estiveram em Concepción, Chile, no dia 15 de fevereiro, onde se reuniram com o CEO da Aclara, Ramon Barua. A delegação goiana também visitou as operações da empresa para conhecer tecnologia que será utilizada no projeto Módulo Carina, localizado em Goiás.

“A pauta da descarbonização e da energia limpa têm impulsionado um movimento importante de sustentabilidade ambiental e um dos reflexos já sentidos é o aumento da produção de carros elétricos. Das terras raras pode-se extrair elementos imprescindíveis para a transição energética, o que atende a crescente demanda mundial por carros elétricos”, disse Joel Braga Filho.

O titular da SIC visitou o laboratório da Aclara, que está realizando testes com os elementos de terras raras de Nova Roma, e também para tratar do licenciamento ambiental. “Acompanhamos o processo de extração e recebemos notícias promissoras. Para se ter uma ideia, apenas 1kg dessas terras raras tem potencial para chegar no mercado mundial com valores que podem variar de mil a cinco mil dólares”, detalha Braga, destacando que a Aclara já atua em Goiás, no município de Mara Rosa, com projeto ouro, com investimento de R$ 1 bilhão.

Agregação de valor

Mas Goiás não quer apenas produzir, deseja verticalizar e agregar valor na produção dos minérios extraídos no estado. O secretário destaca que, em Goiás, as terras raras foram descobertas em Minaçu, Iporá e, agora, Nova Roma. Mas haverá um diferencial importante neste último município.

“As ETRs de Nova Roma devem ser utilizadas nas fábricas de motores que estamos trazendo para o estado, a exemplo da gigante chinesa WeiChai, que começou a operar recentemente em Itumbiara”, informa Braga. “Temos também a CAOA que com a Chery fabrica carros com eletrificação. É um momento histórico que Goiás vive”, acrescenta.

A Aclara disse que a visita foi uma oportunidade para demonstrar as características ambientalmente sustentáveis de sua tecnologia patenteada, que foi implementada na planta piloto da Empresa no Chile e que será utilizada no projeto Módulo Carina. O encontro entre representantes do governo de Goiás e da empresa, ocorre após a reunião da Aclara com as autoridades goianas em outubro de 2023, quando a companhia apresentou pela primeira vez o projeto ao governador Ronaldo Caiado e altos funcionários do estado.

O CEO da Aclara, Ramon Barua, disse que a delegação teve a oportunidade de observar em primeira mão nossas operações ambientalmente responsáveis, testemunhando o processamento das argilas iônicas provenientes de nosso projeto Módulo Carina no Brasil. Nossos visitantes compartilham nosso compromisso com a extração mineral sustentável e transmitiram seu apoio para acelerar o desenvolvimento do Módulo Carina.

Além disso, as autoridades brasileiras visitaram nossa Casa Aclara em Penco e testemunharam em primeira mão como nossa empresa interage com a comunidade local. A Aclara continua totalmente comprometida com colaborando estreitamente com o governo de Goiás para garantir o sucesso deste projeto.”

Além de Joel Braga, responsável pela captação de investimentos em Goiás, estiveram no Chile, a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Andrea Vulcanis, que supervisionará o processo de licenciamento do Módulo Carina; o deputado estadual e presidente da Câmara de Minas e Energia, Lineu Olímpio; e o presidente do Sindicato das Indústrias Extrativistas do Estado de Goiás (SIEEG) Luiz Vessani.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -