segunda-feira, 26 fevereiro, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioSem categoriaBoston Metal investirá R$ 573 milhões em planta de aço em MG

Boston Metal investirá R$ 573 milhões em planta de aço em MG

- Publicidade -Google search engine

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou no sábado (6/5), em Woburn, cidade próxima a Boston, nos Estados Unidos, que a Boston Metal investirá R$ 573 milhões na construção de uma usina produtora de aço verde em Coronel Xavier Chaves, na região de Campo das Vertentes.

A planta utilizará uma tecnologia inovadora, chamada eletrólise de óxido fundido (MOE), para aproveitar os rejeitos de minério e extrair metais e ligas em geral. A tecnologia dispensa o emprego de carvão ou combustíveis fósseis e utiliza eletricidade, fonte de energia limpa, sem emissão de gases que causam o efeito estufa.

A Boston Metal do Brasil prevê a criação de mil empregos diretos e indiretos até 2026. De acordo com o CEO e chairman da empresa, Tadeu Carneiro, Minas será o primeiro local no mundo a receber a unidade produtiva. A produção será iniciada em 2024, em pequena escala, e aumentará ao longo dos anos, com a expectativa de operar em escala comercial até 2026.

O projeto já está em implementação em Coronel Xavier Chaves, próximo a São João del-Rei, com inauguração prevista para o segundo semestre deste ano.

O processo utilizado para produzir aço ou ligas a partir do rejeito do minério de ferro é revolucionário e pode oferecer resultados revolucionários, segundo Romeu Zema, já que utiliza energia elétrica, fonte de energia limpa, sem emissão de gases que causam o efeito estufa.

Boston Metal

A planta industrial no Campo das Vertentes vai beneficiar os rejeitos de mineração de tântalo e nióbio, elementos com maior valor agregado, mas o processo pode ser utilizado em resíduos de qualquer mineração. A tecnologia permite a fabricação de “aços verdes”, com baixa pegada de carbono, o que pode atender à demanda mundial por aço ecológico.

A Boston Metal é uma startup criada e desenvolvida dentro do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), com investidores como Bill Gates, BMW, Arcelor e Vale. Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Fernando Passalio, é muito satisfatório ver que uma startup nascida em um dos mais importantes ambientes de inovação do mundo escolheu Minas Gerais para a sua primeira planta de produção.

O investimento deve chamar a atenção de outras marcas globais para também investirem no estado, gerando emprego e renda. A iniciativa é um importante incremento ao setor de inovação em Minas Gerais, que já é destaque no país, segundo o diretor-presidente da Invest Minas, João Paulo Braga.

*Com informações de Agência Minas

- Publicidade -spot_img
NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -