sexta-feira, 12 abril, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioEventos8º Encontro Nacional da Média e Pequena Mineração abre período de credenciamento...

8º Encontro Nacional da Média e Pequena Mineração abre período de credenciamento on-line gratuito

Encontro integra a programação da II Feira da Indústria da Mineração (Brasmin)

- Publicidade -

De 27 a 29 de junho, no Centro de Convenções da PUC Goiás, em Goiânia, a Brasil Mineral, em parceria com a ABPM, SIEEG e ADIMB, realiza o 8º Encontro Nacional da Média e Pequena Mineração.

Serão nove painéis temáticos que irão reunir empresários, investidores, fornecedores, pesquisadores, autoridades políticas e meio acadêmico ligados ao setor da mineração em torno do debate das peculiaridades e necessidades das médias e pequenas empresas de mineração.

O encontro é parte da programação da II Feira da Indústria da Mineração (Brasmin). As inscrições são gratuitas e já podem ser feitas no site do evento: encontromedpeq.brasilmineral.com.br.

Com foco na agricultura, no dia 29, às 9h30, será realizado o painel Transformação da Agricultura pelos Remineralizadores. O debate vai girar em torno da continuidade do crescimento da agricultura brasileira com o aporte de minerais para fertilização do solo, dos quais o Brasil ainda é muito dependente de importações.

Entre os participantes confirmados, estão:

  • Éder Martins, da Embrapa;
  • Frederico Bernadez, presidente da Abrefen;
  • Euclides Jutkosky, da Abracal;
  • Magda Bergmann, do SGB-CPRM.

Dia 27/06

9h30 – Painel 1 – O Novo Cenário Regulatório da Mineração
O painel abordará as mudanças recentes no arcabouço regulatório da atividade de mineração e as mudanças pleiteadas pelo setor no sentido de permitir maior agilidade no desenvolvimento da mineração, principalmente dos médios e pequenos empreendimentos minerais.

Participantes confirmados:

  • Mauro Souza, diretor-geral da ANM (Agência Nacional de Mineração);
  • Vítor Saback, secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do MME;
  • Luís Maurício Azevedo, presidente da ABPM (Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa Mineral);
  • Fernando Valverde, presidente da Anepac (Associação Nacional das Entidades de Produtores de agregados para Construção);
  • Reinaldo Sampaio, vice-presidente da Abirochas (Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais).

11h – Painel 2 – Mercado Consumidor de Minerais Industriais
O painel discutirá quais são os principais minerais demandados pela indústria, qual é a situação da oferta nacional, os desafios para atender à demanda da indústria e como desenvolver novos usos para minerais industriais.

Participantes confirmados:

  • Renato Ciminelli, diretor da empresa Mercado Mineral e conselheiro da Brasil Mineral;
  • Luís Eduardo Martins Pereira, consultor;
  • Fernando Lins de Freitas, conselheiro da Brasil Mineral e representante do Cetem;
  • Reinaldo Noronha, diretor da Bautek Minerais Industriais.

14h – Painel 3 – Mineração e Crédito de Carbono – Apresentação do Programa Goiano de Crédito de Carbono
O painel discutirá como a mineração pode contribuir no combate às mudanças climáticas e se beneficiar dos mecanismos de geração de crédito de carbono. A secretária de Meio ambiente do Estado de Goiás, Andrea Vulcanis, apresentará o programa inédito elaborado pelo estado de Goiás.

Participantes confirmados:

  • Andrea Vulcanis; secretária de Meio ambiente do Estado de Goiás;
  • Elmer Prata Salomão, diretor da Geos Consultoria, empresário e conselheiro da Brasil Mineral;
  • PaulaHermont, gerente de Relações Institucionais e Gestão ESG na AngloGoldAshanti.

Dia 28/06

9h30 – Painel 4 – Minerais Críticos e Transição Energética
A redução das emissões de carbono para fazer frente às mudanças climáticas, em que a transição energética desempenha um papel decisivo, exigirá que a indústria da mineração aumente a produção de bens minerais que são essenciais para a geração de energias limpas e renováveis e veículos elétricos.

A previsão é de forte aumento na demanda de lítio, cobre, níquel, cobalto e outros. Para atender a essa demanda, as médias e pequenas empresas, que exploram depósitos de médio porte, podem dar uma grande contribuição.

Participantes confirmados:

  • Rodrigo Martins, gerente geral de Exploração da Anglo American Brasil;
  • Vicente Lobo, ex-secretário da SGM do MME, consultor da Sigma Lithium;
  • Elton Pereira, country manager da Bahia Nickel;
  • Luciano Borges, vice-presidente da Serra Verde Mineração.

11h – Painel 5 – Novos Mecanismos de Financiamento e Atração de Investimentos na Mineração
No Brasil, a mineração ainda está muito ausente do mercado de capitais. Somente algumas grandes empresas do setor estão listadas na bolsa brasileira e apenas recentemente houve estreia de empresas de menor porte.

Da mesma forma, os fundos de investimento locais não demonstram interesse em aplicar recursos em projetos de mineração, apesar dos bons retornos financeiros que os empreendimentos podem proporcionar.

A discussão de como atrair recursos do mercado financeiro para projetos de mineração é o objetivo deste painel.

Participantes confirmados:

  • Miguel Cedraz Nery, da ABPM;
  • Pedro Paulo Mesquita, do BNDES;
  • Edson Del Moro, country-manager da Hochschild Brasil; e outros.

14h – Painel 6 – ESG e Transição Energética na Formação de Profissionais de Mineração
Os profissionais que atuam na mineração estão preparados para atender os novos paradigmas colocados pelo ESG (Meio Ambiente, Social e Governança, em português) e pela necessária transição energética?

O consenso é que não, já que é necessário incorporar uma série de novos conceitos para uma boa gestão da indústria mineral. O que deve ser feito, então? Isso é o que deverá ser respondido no painel.

Participantes confirmados:

  • Roberto Xavier, diretor-executivo da ADIMB (Agência para o Desenvolvimento e Inovação do Setor Mineral Brasileiro);
  • Gilberto Calaes, assessor da DGM do SBG-CPRM;
  • Maria José Gazzi Salum, professora da UFMG, consultora da Sigma Lithium e membro conselho de Brasil Mineral;
  • Representantes da Febrageo e Abremi.

Dia 29/06

9h30 – Painel 7 – Transformação da Agricultura pelos Remineralizadores
A continuidade do crescimento da agricultura brasileira depende do aporte de minerais para fertilização do solo, dos quais o Brasil ainda é muito dependente de importações.

Nesse cenário, ganham terreno as alternativas e/ou complementos aos fertilizantes tradicionais, como os remineralizadores de solo, em cuja produção predominam as empresas de médio e pequeno porte.

Participantes confirmados:

  • Éder Martins, da Embrapa;
  • Frederico Bernadez, presidente da Abrefen;
  • Euclides Jutkosky, da Abracal;
  • Magda Bergmann, do SGB-CPRM.

11h – Painel 8 – A evolução do Garimpo para Empresa de Mineração (Rastreabilidade, Meio Ambiente, Pesquisa Mineral, Assistência Técnica, Empreendedorismo)
A extração mineral em pequena escala (também conhecida como garimpo), sobretudo na região Norte do país, vem sendo demonizada devido à expansão da extração ilegal, notadamente em territórios indígenas, mas não apenas.

Porém, existem centenas de pequenos produtores que atuam dentro da legalidade que podem evoluir do ponto de vista técnico e empresarial e que podem exercer a lavra em pequena escala de forma sustentável do ponto de vista ambiental, social e econômico. Este é o foco da discussão no painel.

Participantes confirmados:

  • Antenor Silva Júnior, do conselho da Brasil Mineral, empresário com grande experiência no setor mineral;
  • Giorgio de Tomi, professor da EPUSP (Escola Politécnica da USP e coordenador do NAP-Mineração da USP;
  • Gilson Camboim, presidente da Coogavep e da Fecomin;
  • Pedro Eugênio Procópio Silva, COO do grupo FNX e da Fênix DTVM;
  • Antonio João Paes de Andrade, geólogo da METAMAT.

14h – Painel 9 – Planos Estaduais de Mineração – O que os estados podem fazer no fomento à indústria mineral
Embora a regulação das atividades de exploração e produção mineral seja privilégio da União, por força constitucional, os estados podem atuar subsidiariamente no controle e licenciamento ambiental das atividades.

Em algumas das unidades da Federação, a mineração é uma atividade econômica de grande importância, notadamente naqueles estados que lideram a produção mineral, como é o caso de Minas Gerais, Pará, Bahia, Goiás e Mato Grosso.

Por isso, esses estados estão concebendo planos estaduais de mineração, de forma a que o setor possa ser integrado em suas políticas de desenvolvimento. Ao mesmo tempo, alguns deles criaram taxas que gravam ainda mais a atividade.

Neste painel, será discutido o que os estados podem fazer no sentido de fomentar e incentivar a atividade de mineração em seus territórios e o que seus planos de mineração deverão contemplar.

A discussão será feita por representantes dos estados de Goiás, Minas Gerais, Bahia e Mato Grosso e também da União.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -