quinta-feira, 16 maio, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioEconomiaVale: queda de 12,9% de lucro no primeiro trimestre já era prevista...

Vale: queda de 12,9% de lucro no primeiro trimestre já era prevista pelo mercado

Divulgado nesta quarta-feira (24) ao mercado, o balanço da Vale destacou que a queda nos principais indicadores aconteceu devido, principalmente, aos menores preços realizados de finos de minério de ferro.

- Publicidade -

A Vale informou que fechou o primeiro trimestre com lucro líquido de US$ 1,679 bilhão, o que representa uma queda de 9% frente ao ganho de 1,837 bilhão obtido nos três primeiros meses do ano passado. A receita líquida da companhia ficou em US$ 8,45 bilhões entre janeiro e março, estável frente aos US$ 8,434 bilhões de igual período de 2023.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de US$ 3,438 bilhões, 7% abaixo dos US$ 3,714 bilhões do primeiro trimestre do ano passado.

Dentro dos segmentos de negócios, o Ebitda de Soluções de Minério de Ferro ficou estável em R$ 17,113 bilhões, com os maiores volumes de venda de minério de ferro sendo compensados por menores preços realizados de finos de minério, além de um efeito negativo de maiores taxas de frete à vista

Começamos o ano de 2024 bem, impulsionados pelo nosso compromisso com a excelência operacional. No negócio de Soluções de Minério de Ferro, nossas vendas de minério de ferro aumentaram 15% ano a ano, apoiadas por uma produção forte – a maior produção de um 1º trimestre desde 2019. Nós também estamos tendo progresso nos nossos projetos de crescimento, que ajudarão a melhorar a qualidade e flexibilidade do nosso portfólio de produtos,” comentou Eduardo Bartolomeo, CEO da mineradora.

 Dentro do negócio de Metais para Transição Energética, segundo Bartolomeo, o melhor desempenho no complexo de Salobo, aliado ao ramp-up da planta de Salobo 3, permitiu o aumento na produção de cobre e nos volumes de vendas.

 “Resultados promissores também foram vistos em nossas operações de níquel no Canadá, com maior disponibilidade de minério próprio. Alinhados ao nosso compromisso com a sociedade, temos orgulho de ter alcançado consumo de energia 100% renovável no Brasil, dois anos antes do previsto,” disse o executivo.

Níquel

No níquel, o Ebitda caiu 95% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, em grande parte explicado pela redução de 33% nos preços realizados de níquel e pelo impacto negativo referente à redução do valor de estoques e de manutenção e outros custos fixos incorridos em Onça Puma (PA) no trimestre, enquanto as operações foram interrompidas para reconstrução do forno.

Já o Ebitda de cobre aumentou 29% frente aos três primeiros meses de 2023, em grande parte explicado pelo aumento nos volumes de vendas de cobre e subprodutos atribuído ao ramp-up de Salobo 3 e ao melhor desempenho operacional de Salobo 1&2, também no Pará.

A companhia ressaltou ainda que as vendas de minério de ferro e cobre aumentaram em 8,2 milhões de toneladas e 14,1 mil toneladas, respectivamente, em relação ao ano anterior. Além disso, o custo caixa C1 (da mina ao porto) de finos de minério de ferro ex-compra de terceiros “melhorou ligeiramente” em relação ao ano anterior, atingindo US$ 23,5 por tonelada no primeiro trimestre, apesar do efeito negativo da valorização do real.

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa livre das operações ficou em US$ 2 bilhões no primeiro trimestre. Os gastos com investimentos foram de quase US$ 1,4 bilhão no primeiro trimestre, cerca de US$ 300 milhões mais altos em relação ao ano anterior

O capex estimado do projeto Serra Sul 120 Mtpa foi revisado para US$ 2,8 bilhões, principalmente devido a aumentos nos custos de insumos e serviços e mudanças no projeto de engenharia. A entrada em operação do projeto no segundo semestre de 2026, assim como a orientação de investimento da companhia para 2024, de cerca de US$ 6,5 bilhões, permanecem inalteradas

A dívida líquida expandida — conceito que inclui as obrigações pelas reparações por Brumadinho e Mariana — fechou o primeiro trimestre em US$ 16,38 bilhões, alta de 14% na comparação anual, mas ainda dentro da meta de US$ 10 bilhões a US$ 20 bilhões.

A empresa também alocou, no primeiro trimestre, US$ 275 milhões como parte do quarto programa de recompra. Atualmente, o programa de recompra está 17% concluído, com 29,9 milhões de ações recompradas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -