quinta-feira, 16 maio, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioEconomiaNexa registra crescimento na produção de zinco no 3º trimestre de 2023

Nexa registra crescimento na produção de zinco no 3º trimestre de 2023

- Publicidade -

A Nexa, uma das maiores produtoras globais de zinco, informou que encerrou o terceiro trimestre de 2023 com 87 mil toneladas de zinco produzidas em suas operações de mineração. Trata-se de um aumento de 8% frente ao segundo trimestre deste ano, impulsionado pela performance das minas de Cerro Lindo, Vazante, Morro Agudo e pela evolução da entrada em operação da mina de Aripuanã (MT).

Além do crescimento na produção de zinco, a companhia também registrou um incremento de 7% em cobre (9 mil toneladas) e 3% em chumbo (16,5 mil toneladas) em relação ao segundo trimestre de 2023. A produção de prata (2,6 milhões de onças) e ouro (6,6 mil onças), por sua vez, permaneceram relativamente estáveis no período.

No segmento de metalurgia, as vendas de zinco metálico e óxido de zinco totalizaram 154 mil toneladas no terceiro trimestre. Isso corresponde a um aumento de 3% em relação ao trimestre anterior. Esse resultado foi impulsionado por volumes de produção ligeiramente maiores, particularmente em Três Marias (MG), e estratégias de vendas alinhadas com iniciativas de melhoria do capital de giro.

Resultados

Com respeito ao desempenho financeiro, a Nexa alcançou uma receita líquida de US$ 649 milhões no período, um aumento de 4% em relação ao segundo trimestre de 2023. De acordo com a empresa, essa performance é decorrente da maior produção nas operações de mineração e do incremento no volume de vendas de metal, parcialmente compensando por menores preços do zinco na London Metal Exchange (LME).

O EBITDA ajustado no terceiro trimestre de 2023 foi de US$ 82 milhões, em comparação aos US$ 72 milhões registrados do trimestre anterior. A queda nos preços do zinco LME foi compensada pelos menores custos no Brasil e pelas maiores taxas de tratamento aplicadas à compra de concentrado de terceiros. No período, o prejuízo líquido ajustado foi de US$ 49 milhões.

Segundo Ignacio Rosado, CEO da Nexa, a empresa continuará a enfrentar um cenário de pressão sobre os preços dos metais, principalmente devido à persistência de fatores externos negativos.

“Diante desse ambiente de preços de metais ainda desafiador, estamos priorizando nosso compromisso com a disciplina financeira, que inclui uma série de iniciativas focadas na redução de custos, CAPEX e otimização do capital de giro. Algumas dessas iniciativas nos permitiram melhorar algumas linhas do nosso guidance para 2023. Além disso, contribuíram para uma geração de fluxo caixa positiva no terceiro trimestre”.

A geração de fluxo de caixa da empresa para o período foi de US$ 14 milhões, resultando principalmente da variação positiva do capital de giro de US$ 95 milhões, composta por menores estoques e um crescimento nas contas a pagar comerciais, parcialmente compensado por um aumento nas contas a receber comerciais. O CAPEX de sustentação totalizou US$ 75 milhões, dos quais US$ 20 milhões estavam relacionados a Aripuanã.

Aripuanã (MT)

Conforme informado em 24 de outubro de 2023, a planta estava operando acima de 75% de sua capacidade nominal no início do terceiro trimestre. No entanto, a empresa observou limitações de design na capacidade do sistema de bombeamento de flotação, identificadas durante a detecção de gargalo em março, o que exigiu redimensionamento e atualização, juntamente com outras determinadas instalações e sistemas de processamento da planta.

Isso também implicou na limpeza e atualização das instalações de tratamento de água, que contribuirão para uma maior resiliência durante a estação chuvosa (esperada de dezembro a março).

Devido às limitações mencionadas, no terceiro trimestre reduzimos a capacidade de processamento da planta e, como resultado, a utilização também foi reduzida no período e a planta operou em média 56% no período.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -