segunda-feira, 22 abril, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioEconomiaNegóciosGerdau inicia desmantelamento sustentável de Plataforma da Petrobras

Gerdau inicia desmantelamento sustentável de Plataforma da Petrobras

- Publicidade -

Nesta quinta-feira (14), a plataforma P-32 chegou ao Estaleiro Rio Grande para iniciar o processo de desmantelamento, que se estenderá ao longo dos próximos 12 meses. Adquirida em leilão pela Gerdau, a embarcação, anteriormente parte do sistema de produção da Petrobras, é a maior unidade marítima a passar por esse procedimento no Brasil, marcando um novo modelo de destinação sustentável da petrolífera.

A operação de chegada da P-32 envolveu mais de 50 profissionais, incluindo equipes a bordo, dos navios de praticagem e equipes em solo. A preparação, que durou mais de dois meses, contou com a colaboração da Portos RS, Marinha do Brasil e Praticagem da Barra, assegurando uma movimentação segura. A embarcação ocupará uma parte significativa do dique seco, o maior da América Latina, e nos próximos 30 dias, será preparada para o início do corte das estruturas.

Esse desmantelamento segue um novo modelo sustentável da Petrobras, enfatizando a reciclagem e acompanhando todas as etapas, desde o recebimento até a destinação final dos resíduos. A Gerdau, maior produtora brasileira de aço, adquiriu a P-32 em leilão e contratou a Ecovix para conduzir o desmantelamento. A sucata metálica gerada será usada como matéria-prima para a produção de aço na unidade de Charqueadas (RS) da Gerdau, com quase 100% da unidade sendo reciclada.

O presidente da CSN, Benjamin Steinbruch, destacou a complexidade do trabalho e o compromisso com a sustentabilidade, ressaltando o papel pioneiro da empresa nesse modelo inovador de reciclagem. Ele também mencionou a criação de oportunidades para a cadeia econômica nacional.

Esse desmantelamento representa a retomada consistente da Ecovix, que diversificou suas atividades nos últimos anos, especialmente em reparos de embarcações. O desmantelamento da P-32 criará mais de 200 postos de trabalho, com perspectivas de ampliação nos meses seguintes.

Além disso, a Gerdau venceu o leilão da plataforma P-33, que será desmantelada no Estaleiro Rio Grande em 2024, seguindo a mesma estratégia sustentável e contribuindo para o Polo Naval do Rio Grande e a economia regional.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -