quinta-feira, 11 abril, 2024
EnglishPortugueseSpanish
spot_img
InícioEconomiaArcelorMittal paralisa fábricas no Brasil devido à baixa demanda por aço

ArcelorMittal paralisa fábricas no Brasil devido à baixa demanda por aço

- Publicidade -

A ArcelorMittal, a maior produtora mundial de aço, decidiu interromper temporariamente parte de suas operações no Brasil, concedendo férias coletivas aos funcionários. As unidades afetadas são as de Resende (RJ), Juiz de Fora (MG) e Piracicaba (SP), devido à baixa demanda por aço no mercado doméstico brasileiro e ao aumento das importações que reduzem a competitividade dos preços internos.

As paralisações, estendidas até dezembro, fazem parte dos esforços da empresa para ajustar a produção diante do cenário desafiador. Embora a empresa não tenha divulgado a duração inicial das paradas técnicas, informou que cerca de 400 dos 668 funcionários da fábrica de Resende entrarão em férias coletivas ou compensação de banco de horas. Os impactos nas unidades de Juiz de Fora e Piracicaba não foram especificados.

“A medida é uma resposta à baixa demanda por aço no mercado doméstico e ao aumento recorde das importações”, afirmou a ArcelorMittal. A multinacional prevê uma redução de 1,3 milhão de toneladas na produção de aço no Brasil em 2023 em comparação com o ano passado. O setor siderúrgico, incluindo a ArcelorMittal, tem instado o governo brasileiro a aumentar a taxação sobre o aço importado para proteger as indústrias locais.

A ArcelorMittal, formada em 2006 pela fusão da Arcelor, de Luxemburgo, com a Mittal Steel Company, da Índia, opera cerca de 30 unidades no Brasil, abrangendo fábricas de ferro e aço, minas e escritórios comerciais. Suas instalações de produção estão concentradas em diversos estados, como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Espírito Santo e Santa Catarina.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

MAIS VISTOS

- Publicidade -