Conteúdo Publicitário

Forças Armadas apreendem 202 mil toneladas de minério, maior apreensão já feita no Brasil

15 JUN 22

Views1543 Views

Comentários2 Comentários

  • Forças Armadas apreendem 202 mil toneladas de minério, maior apreensão já feita no Brasil

Divulgação

Entre os dias 1º e 9 de junho, o Comando Conjunto Norte deflagrou operações que culminaram na apreensão de 202 mil toneladas de minério. Trata-se, segundo as Forças Armadas, da maior apreensão já feita no Brasil.

Durante a chamada Operação Ágata Norte, os agentes apreenderam milhares de toneladas de manganês, cobre e cassiterita, na Vila do Conde, em Barcarena, no Pará.

Além disso, foram apreendidas drogas, madeira, embarcações, veículos, munições,  armas, motosserras, entre outros.

De acordo com nota das Forças Armadas, as atividades foram encerradas com um balanço total estimado em R$ 201,4 milhões em materiais ilícitos apreendidos.

Para a ação, o Comando deslocou 3.119 pessoas, entre civis e militares das Forças Armadas e dos órgãos de segurança pública e ambientais.

“Os órgãos envolvidos planejaram a operação há meses e, com conhecimento no combate aos delitos transfronteiriços e ambientais, agiram em ações simultâneas em pontos estratégicos, utilizando dados de monitoramento sob área marítima, fluvial, terrestre e aérea”, disse o órgão em nota.

Sobre a Operação Ágata Norte

A Operação Ágata Norte promove ações para repreender e prevenir delitos transfronteiriços e ambientais na fronteira marítima até o limite da Zona Econômica Exclusiva, incluindo os portos, e na fronteira terrestre dos estados do Pará, Amapá e Maranhão.

Entre outros, são combatidos os crimes de narcotráfico e crime organizado; contrabando; garimpo e exploração de recursos minerais ilegais.

A Operação, que faz parte do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras, é organizada pelo Ministério da Defesa e realizada em coordenação com órgãos federais e estaduais, bem como agências de segurança pública e ambientais.

Leia também: Aguia Fertilizantes planeja produzir 300 mil toneladas de fosfato ao ano no Brasil

Leia também: Projeto que vai mapear oportunidades de crescimento da mineração em Goiás é assinado

Leia também: PF combate venda de ouro extraído de garimpos ilegais em terras indígenas

 

Comentários

l

leonardo garcia da silva 18 JUN 22

minério ilegal porque o mapa de direitos minerários no Pará esta completamente onerado por empresas e pessoas que não exercem a lavra e pesquisa nesses locais cheios de riqueza aflorante. Porque não fazem uma operação para desonerar os direitos minerários parados? porque não fazer uma força tarefa para acelerar a legalização e andamento dos pedidos parados e engavetados na ANM e SEMAS?

l

leonardo garcia da silva 18 JUN 22

minério ilegal porque o mapa de direitos minerários no Pará esta completamente onerado por empresas e pessoas que não exercem a lavra e pesquisa nesses locais cheios de riqueza aflorante. Porque não fazem uma operação para desonerar os direitos minerários parados? porque não fazer uma força tarefa para acelerar a legalização e andamento dos pedidos parados e engavetados na ANM e SEMAS?