Conteúdo Publicitário

ANM lança FIRMINA: plataforma de Fiscalização Responsiva da Mineração

23 MAI 22

Views82 Views

Comentários0 Comentários

  • ANM lança FIRMINA: plataforma de Fiscalização Responsiva da Mineração

Com o objetivo de melhorar a eficiência, a efetividade e a transparência de suas ações de fiscalização, a Agência Nacional de Mineração (ANM) anunciou na última semana a aprovação do Termo de Abertura do Projeto da plataforma Fiscalização Responsiva da Mineração (FIRMINA), proposta pela Superintendência de Produção Mineral.

Conforme destacou a ANM, a plataforma FIRMINA consiste em uma solução tecnológica para a fiscalização do setor mineral de forma racional. A plataforma tem como base indicadores de conformidade e realiza a análise de dados integrados e automatizados, gerados com base em informações de diversas outras ferramentas, sistemas e banco de dados, internos e externos.

Ainda segundo nota emitida pela ANM, no amplo universo de empresas a serem fiscalizadas – 37 mil títulos de lavra atualmente – será elaborado um ranking com níveis de não-conformidade (risco regulatório) que irá direcionar as ações de fiscalização às empresas menos adimplentes com relação às regras e obrigações do setor mineral. Como consequência, isso vai otimizar a alocação de pessoas e recursos da ANM.

Segundo a agência, a equipe responsável pelo desenvolvimento da plataforma FIRMINA é multidisciplinar e envolve servidores das áreas de Fiscalização, Outorga e TI, com ampla experiência na rotina da ANM.

“O projeto inova ao propor o desenvolvimento dos trabalhos por meio de equipe de projeto, incorporando artefatos como Termo de Abertura de Projeto (TAP), Estrutura Analítica de Projetos (EAP), lista de grandes entregas esperadas, gerente e equipe de projeto, entre outros, aplicando, na prática, conceitos já comuns no setor privado”, destacou a ANM.

Atualmente, o projeto FIRMINA está em sua segunda etapa que inclui agilização das entregas, montagem de uma proposta de ferramenta e acordo com a fábrica para o seu desenvolvimento.

Leia também: Garimpeiros reagem à operação da PF e ANM contra  extração ilegal de manganês no Pará

Leia também: North Star recebe licença para refinaria de ouro no Pará e vai investir R$ 50 milhões

Leia também: Elon Musk não está interessado em bateria de nióbio oferecida por Bolsonaro

Comentários